Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Federal - Exército Brasileiro Destrói 8.549 armas no Batalhão de Manutenção e Suprimento de Armamento
Início do conteúdo da página

Federal - Exército Brasileiro Destrói 8.549 armas no Batalhão de Manutenção e Suprimento de Armamento

Publicado: Segunda, 25 de Junho de 2018, 15h10 | Última atualização em Segunda, 25 de Junho de 2018, 15h10

Na manhã do dia 20 de Junho de 2018 foi realizada no Batalhão de Manutenção e Suprimento de Armamento (BMSA), a Operação Vulcão coordenada pelo Comando Militar do Leste (CML), por meio do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 1ª Região Militar (SFPC/1), com o apoio dos Órgãos de Segurança Pública e Agências Governamentais.

 

       A Operação consistiu na destruição pública de 8.549 armas todas inservíveis, apreendidas em atividades criminosas, ou entregues voluntariamente por cidadãos na Campanha do Desarmamento e também, cerca de 2.000 armas obsoletas inservíveis, que foram recolhidas de batalhões da PMRJ.

 

         O recolhimento de armas inservíveis para atividade policial faz parte das ações estruturantes de natureza administrativa, conduzidas pelo Gabinete de Intervenção Federal, nos Batalhões de Bangu (14° BPM), Jacarepaguá (18° BPM), Batalhão de Operações Policias Especiais (BOPE) e Batalhão de Choque e tem por objetivo desonerar o patrimônio da PM, contribuindo com o melhor gerenciamento e controle do Material Bélico.

 

Estiveram presentes autoridades pertencentes ao Exército Brasileiro:

General de Divisão Fernando Jose Sant’Ana Soares e Silva Comandante da 1° Região Militar, Coronel Alexandre Silveira de Lima Chefe do Estado Maior da Base de Apoio Logístico do Exército, Tenente Coronel Carlos Régis Carneiro Borges Comandante do Batalhão de Manutenção e Suprimento de Armamento, Tenente Coronel Alexandre Almeida Chefe do SFPC da 1° Região Militar. Acompanharam a cerimônia de destruição de armamento, vários órgãos da imprensa, sendo a matéria divulgada em rede nacional.

 

         Os armamentos destruídos com a passagem do Rolo Compressor “Ato simbólico da destruição” serão incinerados em alto-fornos de Siderúrgicas, ato final da destruição do armamento.

 

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página

Copyright © 2015 - Exército Brasileiro - Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados.
Quartel-General do Exército - Bloco H - 4º Andar - Setor Militar Urbano
Brasília - DF - CEP: 70630-901
Desenvolvimento: Seç TI Gab Cmt Ex
Atualização: Div TI/DFPC (2018)