Ir direto para menu de acessibilidade.
Pagina Inicial > Proteção Balísitica
Início do conteúdo da página

PROTEÇÃO BALÍSTICA

Publicado: Quarta, 18 de Setembro de 2019, 12h31

imagem sem descrição. 

Disposições Gerais

- O fabricante deverá utilizar os modelos constantes no campo “FABRICAÇÂO” para o apostilamento das atividades, bem como remeter a documentação à DFPC

- Veículo Automotor Blindado (VAB) é Produto Controlado pelo Exército (PCE) de acordo com a Portaria nº 118 – COLOG, de 4 de outubro de 2019 que dispõe sobre a lista de PCE.

- Os VAB abrangem as espécies automóvel, caminhonete, caminhoneta, ônibus, microônibus e caminhão.

- As blindagens balísticas restringem-se àquelas aplicáveis em veículos automotores, embarcações, aeronaves, estruturas arquitetônicas e viaturas de órgãos de segurança e ordem pública (OSOP).

- A Portaria nº 94 – COLOG, de 16 de agosto de 2019 dispõe sobre o exercício de atividades com veículos automotores blindados, blindagens balísticas e o Sistema de Controle de Veículos Automotores Blindados e Blindagens Balísticas.

- Para o exercício de atividades com blindagens balísticas e veículos automotores blindados, as pessoas jurídicas devem ser registradas no Exército, na forma da Portaria nº 56-COLOG, de 5 de junho de 2017.  As atividades com blindagens balísticas e veículos automotores blindados são fabricação, importação, exportação, comércio, prestação de serviço de blindagem e locação de veículo blindado. Assim fica dispensado o proprietário do veículo (PJ/PF) da exigência de registro (CR).

- Fica autorizada a aplicação de blindagem balística, por blindadora registrada no Exército, até o nível de proteção III:

 I - em embarcações e aeronaves;

 II - em estruturas arquitetônicas: e

 III - em viaturas de órgãos de segurança e ordem pública (OSOP).

 - Viaturas de OSOP são veículos especiais com características particulares direcionadas ao emprego em segurança ou ordem pública.

 - As embarcações, aeronaves, estruturas arquitetônicas e viaturas de OSOP tratadas no art. 8º, mesmo depois da aplicação de blindagens balísticas, não são consideradas PCE.  

- O SICOVAB é a ferramenta de gestão utilizada para o gerenciamento das atividades que envolvam Veículo Automotor Blindado (VAB) e blindagens balísticas.

- O serviço de blindagem em veículos automotores deve ser precedida de autorização da Região Militar (RM) de vinculação da blindadora, por intermédio do SICOVAB.

- A Instrução Ténico-Administrativa (ITA) nº 21, de 17 de outubro de 2019 estabelece procedimentos para utilização do Sistema de Controle de Veículos Automotores Blindados e Blindagens Balísticas.

- A transferência de propriedade de VAB deve ser precedida de autorização da Região Militar de vinculação do comprador do veículo

- A solicitação e a autorização de transferência de VAB ocorrerão por intermédio do SICOVAB. Enquanto não for disponibilizada pelo SICOVAB a funcionalidade para solicitação e autorização de transferência de VAB, essas operações dar-se-ão por meio dos anexos E e F, respectivamente da Portaria nº 94/19.

- O requerimento para de transferência de propriedade de VAB (anexo E da Portaria nº94/19) deverá ser instruído com os seguintes documentos:

 I - adquirente pessoa física:

  1. a) cópia de documento de identificação (conforme art. 2º da Lei nº 12.037, de 1º de outubro de

2009);

  1. b) Atestado de Antecedentes Criminais fornecido pela Secretaria da Segurança Pública do Estado onde reside o adquirente; e
  2. c) comprovante de pagamento da taxa de autorização para aquisição de PCE.

 

II - adquirente pessoa jurídica:

  1. a) cópia do ato constitutivo registrado na Junta Comercial ou no Cartório de Registro da Pessoa Jurídica;
  2. b) cópia de documento de identificação do representante legal (conforme art. 2º da Lei nº 12.037, de 1º de outubro de 2009);
  3. c) Atestado de Antecedentes Criminais do representante legal, fornecido pela Secretaria da Segurança Pública do Estado onde reside; e
  4. d) comprovante de pagamento da taxa de autorização para aquisição de PCE.

 

- A validade da autorização para transferência de VAB é de 60 (sessenta) dias.

- A atualização do SICOVAB com as informações dos veículos blindados transferidos será realizado pela RM que autorizou a transferência, mediante solicitação do adquirente do veículo.

- Para a regularização de VAB sem autorização do Exército, o proprietário do veículo blindado deverá apresentar no órgão de trânsito a Declaração de Blindagem (anexo B2 da Portaria nº 94/19) correspondente. A Declaração de Blindagem está condicionada ao Laudo Técnico de Inspeção em Veículo (anexo G da Portaria nº 94/19) emitido por blindadora regularmente registrada no Exército.  A validação do Laudo Técnico está condicionada ao preenchimento das informações consideradas obrigatórias no anexo G da Portaria nº 94/19. Maiores detalhes estão estabelecidos na ITA nº 21 de 17 de outubro de 2019.

- Fica estabelecido o prazo de trezentos e sessenta e cinco dias, a contar da entrada em vigor da Portaria nº 94/19, para regularização dos veículos automotores blindados sem autorização do Exército.

Fim do conteúdo da página